Historial

Em resposta a proposta inspiradora do Concílio Vaticano II para a promoção de esforços da evangelização da família, prontamente assumida desde o inicio do seu pontificado pelo Papa João Paulo II, a Pastoral da Família da Nossa Senhora do Carmo que já existia há vários anos, mas com falhas de percurso, foi reactivada em 2002, sob orientação do Pároco em serviço, Frei Miguel Gabriel Chacachama, op, através duma comissão instaladora composta por seis casais, com o objectivo de trabalharem na elaboração do estatuto projecto da família do Carmo. Em setembro do mesmo ano, foi concluída a primeira etapa do projecto e em Fevereiro de 2003 realizou-se a primeira Assembleia – geral onde se fez a apresentação do estatuto.

A comissão instaladora assumiu nessa altura algumas tarefas em nome da Comissão da Família do Carmo sendo por exemplo a participação em trabalhos da Comissão Arquidiocesena para a Família (CAF). Naquela altura, todos os membros da comissão instaladora encontravam-se inseridos nas Equipes da Nossa Senhora (Movimento de Espiritualidade Conjugal) adstritos a nossa Paróquia. Muitos destes irmãos continuam a fazer parte da grande família da Pastoral da Família do Carmo, actualmente, partilhando suas experiências que vêm do surgimento da comissão da Pastoral da Família.

Com Frei António Estevão, op, Pároco da Paróquia da Nossa Senhora do Carmo e sob sua orientação, iniciou-se a reestruturação do grupo da Pastoral da Família, culminando com a nomeiação do corpo directivo, eleito no decurso duma Assembleia presidida pelo Pároco, em 19 de Setembro de 2008. A Direcção então eleita começou naquele ano a sistematizar a sua caminhada tendo criado planos de trabalho que ainda hoje servem de linhas mestres para as actividades que têm sido desenvolvidas na nossa Paróquia pela Pastoral da Família.